It's All Coming Back To Me Now

   Olá pessoas, como vão? 
 Hoje venho trazer pra vocês mais um dos meus textos. Dessa vez é inspirado na música da cantora Canadense Céline Dion, é uma música que particularmente adoro, me traz muitos feelings, haha!
  Recomendo que escutem-na enquanto estiverem lendo o texto pra dar mais emoção!
Bom, espero que gostem, beijos!💄

   Madrugada gelada, as horas estão estagnadas e tudo o que penso é em você.
     O barulho da chuva caindo lá fora e ainda tudo é você.
   Palavras. Momentos. Fotos. Músicas. Tenho vontade de jogar tudo pela janela e deixar o vento levar além. Mas a janela não quer saber de você. De nós.
    Tentei afogar tudo na banheira e deixar a água levar tudo pelo ralo, porém o mesmo entupiu-se com a grandeza dos segredos que cada item esconde.
    E assim acabam-se minhas idéias. Não consigo pensar em algo que faça eu me livrar de você e tudo o que te envolve. Talvez eu não queira mesmo, porém não há espaço na minha vida para você e as suas (nossas) lembranças.
    Só de te ver meus olhos ardem de raiva e se enchem de lágrimas com saudades. Minha cabeça gira com a confusão de sentimentos e meu coração parece explodir!
    Eu andei errada, ainda estou errada. Mas de que vale isso agora? Estou presa a você, acorrentada a pior criatura que já me tocou.
    Olho no relógio e passou apenas 1hr. desde que comecei a pensar sobre o que fazer com "nós".
    A chuva está tirando minha concentração e eu começo a relembrar nós...
    De repente a cama se torna um mural de fotos, fotos que saíram da minha mente e as lagrimas caem involuntariamente.
    Porque você? Ah, justo você que não se importa e vive numa roda-gigante ambulante. Justo você que entra e sai, vai e volta como se não tivesse que dar explicações. Você que traz um vendaval e deixa tudo de modo que eu não entenda o que está acontecendo. Você que... Você.
    Eu levanto da cama e caminho até a janela. É noite e está frio. Abro a cortina e observo cada gota cair, bater na janela e escorrer até desaparecer, eu fecho os olhos e escuto sua voz... "Estou com saudades", "Eu quero você", " Você é minha""Estou pensando em você". São 3 da madrugada, um relâmpago ilumina o céu e vejo seu reflexo me olhando nos olhos, levo minha mão até o vidro e sua mão encontra a minha, um trovão desperta minha alucinação e eu saio correndo para o terraço, abro as portas e deixo a chuva cair no meu corpo e a cada gota te sinto mais perto de mim. Caio de joelhos no chão em um ato desesperado e passo os dedos pelo meu cabelo molhado. Eu queria matar você e tudo o que tenho de nós comigo....

10 comentários

  1. Olá
    Confesso que não gosto muito das músicas da Céline Dion,;por isso nem sabia da música citada no começo do post rsrs. E fim, apesar de tudo, eu gosto muito de textos assim autorais, e vi que nessa ele puxa muito a gente,achei bem leve e lindo,tão fofo ♡♡♡. Eu até escrevo mas não tenho essa coragem de saltar para todo mundo Lee kkkk, não pela crítica negativa, longe disso, mas por vergonha mesmo srsrs. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Da Celine Dion, só lembro da musica do Titanic... rs
    Achei o texto muito bem escrito e você tem habilidade com as palavras, mas achei um pouco exagerado.
    Quero ler mais coisas.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu gostei de ler mais um texto teu! :) Sei bem que tens jeito, e consegues articular as palavras, coloca-las no seu sentido, com o significado que lhes das e que realmente tem! :)

    Contudo, tem cuidado, porque, em certos momentos, achei um pouco demasiado. Mas quero mais! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Débora,
    Que texto mais sofrido, meu Deus.
    É muito doloroso lembrar de um nós que não existe mais, mas é necessário seguir em frente e continuar tentando. Seu texto é muito bem escrito e gostei muito disso, mas a dor foi muito forte e me atingiu com um baque. Acho que é difícil alguém sentir tudo isso com tanta intensidade.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Que texto intenso! Gostei bastante, está muito bem escrito e faz o leitor ter um sentimento forte ao ler, sabe? Parabéns, ficou muito bom! Não conhecia essa música da Celine, vou até procurar!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Débora, tudo bem?
    Adorei seu texto, bem legal ter sido inspirado em uma música da Celine.
    Achei que o texto fluiu de maneira muito espontânea e natural, o que é ótimo.
    Gostei do drama empregado e também da ambientação.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que texto maravilhoso! Sofrido, triste, me deu um aperto no coração...
    Em qual música da Celine ele foi inspirado? Não consegui identificar e fiquei com vontade de ouvir para conhecer.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oooi, é a "It's all coming back to me now"
      Na ultima frase do texto, se você clicar já vai direto pro video no youtube

      Excluir
  8. Esse não é o primeiro texto que leio por aqui, mas novamente voltei a viajar na leitura. Refleti várias coisas enquanto lia, coisas de uma apaixonado convicto.. Suas palavras são profundas e sei que expressam o que sentes.

    ResponderExcluir
  9. Moça, você tem muito talento, de verdade. Tenho quase certeza de que não é o primeiro texto que leio por aqui e adorei conhecer a sua escrita e suas reflexões. Essa em questão, é bem triste. Não conhecia essa música da Celine, mas estou correndo pra ouvir.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar a sua opinião!