As crônicas de Pindorama: Piná e o despertar da escuridão - R. B. Montenegro


Página R. B. Montenegro - Pindorama Geek
Blog Pindorama Geek
Twitter

Instagram
Skoob

Hello pessoal, tudo bem? Então, hoje é dia de resenha, e dessa vez também é dia de nacional. Então apresento a vocês o volume I da série As Crônicas de Pindorama: Piná e o despertar da Escuridão.

Sinopse:


Annabel acordou assustada e tremendo. Por dois segundos teve paz para organizar seus pensamentos, mas esses segundos não foram suficientes. Embora sua mente lutasse para afirmar que tudo não passara de um sonho, as mãos do atacante misterioso apertando-se em volta do seu pescoço diziam o contrário. Tudo aquilo era bem real.

Lutou e lutou sem obter qualquer êxito, até que finalmente ouviu a assombrosa voz do seu agressor que cortou-lhe a alma como uma afiada lâmina: "Piná, eu sei quem você é". Então, tal como misteriosamente começara, o ataque cessou. Ela levou as mãos a garganta, puxando o ar como uma louca, pensando nas palavras que ouvira.

Não tinha a menor ideia do que significavam, mas estava disposta a descobrir. Annabel parte assim em uma grande jornada, onde irá descobrir quem é de verdade, e se está realmente preparada para enfrentar o grande mal que paira sobre as terras de Pindorama, a fantástica terra das palmeiras, também conhecida como Brasil.



Resenha:


O livro narra a estória de uma garota chamada Annabel Dias de Albuquerque. Uma garota com seus 12 anos que mora em Lisboa (Portugal) com seus pais e seu irmão. Até que Gaspar Dias de Albuquerque diz que eles virão morar no Brasil, a nova colonia descoberta.

Ela Sorriu, um riso pueril e inocente, sincero, enquanto pensava sobre o seu primeiro dia naquele novo país. Brasil. Até o nome era estranho, diferente, misterioso, sedutor.

Após a chegada de Annabel no Brasil ela conhece um garoto chamado Taci, que se tornou seu melhor amigo e a primeira amizade que ela fez ao chegar no novo país. Ele esteve ao seu lado durante todo o tempo, demonstrando sua lealdade a amiga até mesmo nos momentos mais difíceis, mas ainda assim enfrentaram momentos difíceis na amizade.

Logo quando chegou ao Brasil, Annabel teve um sonho estranho que logo se tornou realidade, e depois dele coisas estranhas começaram acontecer com ela. Tudo o que ela sabia era que tinha alguma coisa com o que aquele ser havia lhe dito em sonho: 

_ "Piná, eu sei quem você é." _ foi o que disse a voz; neste átimo, tão misteriosamente como havia começado, o ataque terminou. A luz da lua voltou e ela enxergou novamente o quarto ao seu redor.Sentou- se na cama de um pulo, puxando o ar como uma louca, as mãos agarradas ao pescoço, procurando se acalmar enquanto lutava contra sua vontade real de gritar, chorar e correr. No fundo, sabia que a probabilidade de seus pais acreditarem em suas histórias era tão pequena que nem valia a pena perde seu tempo e o deles. Amélia e Gaspar diriam que tudo tinha sido apenas um pesadelo.


A estória se desenvolve em torno disso, de Piná. Existe uma profecia que um dia a grande noite irá chegar, e Annabel terá que descobrir o que isso significa e decidir o que irá fazer, pois as suas escolha poderão mudar o destino da humanidade.

Bom, o livro é de mitologia indígena e possui passagens na história do Brasil, como o período de cana-de-açúcar, etc. Além disso, é narrado em terceira pessoa. Os capítulos são um pouco longos, e possui alguns errinhos na escrita, mas nada que atrapalhe o entendimento. As letras estão em um tamanho bom, entretanto as páginas são brancas, mas não me incomodou. Gostei bastante do livro, ele mostra uma parte da cultura brasileira que as vezes até nos é um pouco esquecida. Pra quem gosta do gênero essa é uma boa aquisição, pra quem ainda vai começar, essa também é uma boa opção.


Acho que a resenha ficou um pouco confusa, mas acho que deu pra entender um pouco da essência da estória. É um livro ótimo.

17 comentários

  1. Realmente ficou confusa, mas consegui entender o que estava tentando dizer. Fico feliz que tenha gostado. Mas não é o tipo de livro que eu leria :(
    Mas de qualquer forma, parabéns pelo trabalho.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. O trabalho do Rafael Montenegro é incrível! Excelente escritor... e a obra "As Crônicas de Pindorama" ainda divulga, através da Literatura Fantástica, a Mitologia da nossa terra. Parabéns pela resenha, Brenna!!! ❤❤❤

    ResponderExcluir
  3. Rapaz esse é o melhor livro que li esse ano e um dos melhores que já li. Além de nos levar a uma incrível aventura, proporcionar um pouco da nossa cultura, cheio de mistérios, aventura e muita magia. O incrível mundo de Pindorama é fantástico. Leiam pois vale muito a pena.

    ResponderExcluir
  4. O Rafael é incrível. O livro tem alguns errinhos bestas, mas ele já está corrigindo. uma vez que ele é autor independente e não tem um revisor para trabalhar com ele.
    O livro é muito muito bom.

    www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Não conhecia esse livro, deu pra entender sim :). Adoro mitologia, e o fato de se passar no nosso país é um bônus e tanto, espero poder ler esse livro em breve :).

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oioi!
    Logo de cara já achei a capa do Piná e o despertar da Escuridão bonita, me chamou a atenção.
    Não conhecia o livro e foi otimo poder ler a sua opiniao e achei a premissa bem interessante.
    Deu para entender a essencia sim e gostei da resenha, nao ficou confusa nao, hehe.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro nem o autor.
    A premissa não me chamou atenção de imediato, sua resenha despertou mais minha curiosidade em relação á obra. Apenas lendo sua resenha, vi que o livro parece ter uma história interessante, e o fato de abordar a cultura indigena, me deixou ainda mais interessada.
    Não o leria no momento, mas coloquei na lista de leitura, para ler em outro momento.

    www.detudopouco.com.br

    ResponderExcluir
  8. Apesar de achar interessante por toda a parte indígena e da história do Brasil, ele não me chamou atenção, acho que não leria, não.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, a premissa do livro me deixou dividida entre gostei e não gostei,,kkkk.
    O livro parece ser interessante e a parte que retrata da mitologia indigena deve ser bem empolgante, já que é algo que não vemos muito em livros. Acho que daria uma chance por fugir dos livros que já li.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Fiquei bastante curiosa com o livro por se tratar de hist. do Brasil + Mitologia Indígena, mas fiquei com um pé atrás do livro ser cansativo por ter capítulos longos.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  11. Eu dei uma brisada legal na resenha, mas vamos que vamos.
    Eu não curto muito mitologia indígena, apesar de gostar de mitologia em geral, então não me animaria muito em ler... rsrs
    Apesar de não ser meu tipo de leitura desejo todo o sucesso ao autor, muito linda a capa do livro!

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  12. Não curto mitologia, então não me animei em ler, mas desejo muito sucesso ao autor e que ele continue a escrever sobre o nosso país.

    ResponderExcluir
  13. Olá!!

    Achei legal a proposta, mesmo não sendo o que costumo ler, poderia faze-lo.
    Não entendi muito bem par aonde vai a história, mas gosto sempre de aprender coisas novas e mitologia indígena é algo que sei muito pouco!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Deu pra entender sim. E eu fiquei interessada em ler, gosto de mitologia e essa parte de falar um puco da cultura do Brasil me atraiu também.
    Uma boa dica!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Deu para entender a resenha,sim! :)
    Mas, por conta dos capítulos longos, e por não gostar de mitologia, não acho que seria uma leitura agradável.

    Abraços,
    www.isaaczedecc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Hello!
    Gostei dessa premissa! Adoro livros com temática mais histórica, e bom, esse sendo um pouco sobre a própria história do Brasil e dos índios e eu não ter lido nada ainda com esse tema, já fiquei vidrada. Só não gostei muito do título, haha, mas não dá pra agradar a todos =P
    Bj

    ResponderExcluir
  17. Oi
    nem conhecia o livro, mas parece ser interessante pela premissa, mas nem sei se leria o livro.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar a sua opinião!