Entrevista com a autora Thais Lopes



Hello Pessoal! Tudo bem? Vamos a mais uma entrevista.


Blog: Thais, como você se define?


Autora: Uma doida tagarela com problemas de excesso de imaginação hahaha

Blog: Fale-nos um pouco sobre Nilue? De onde surgiu a ideia, e como está sendo escrever essa estória.


Autora: Ainda estou tentando entender de onde Nilue veio. Na época eu estava conversando muito com um amigo sobre construção de mundo e personagens, além de pontos meio clichês de tramas mas que eram legais de se trabalhar. Quando dei por mim já estava começando a escrever e, pra variar, a história criou vida própria e virou uma coisa muito maior do que eu tinha imaginado inicialmente. Escrever Nilue está sendo uma delícia, estou brincando com algumas coisas que sempre quis fazer mas nunca tinha conseguido realmente fazer funcionar.

Blog: Quais dos seus livros você mais gostou de escrever?

Autora: Você pergunta pra mãe qual é o filho favorito? Pois é, mais ou menos a mesma coisa kkkkkkkk Para mim, cada livro teve seu ponto especial que me fez amar escrever ele. Ciclo da Morte por ter sido a primeira vez que eu realmente parei pra pensar e vi que valia a pena dar a louca e investir nos livros. Herança de Fogo porque pude trabalhar uma personagem que tinha amado construir e que apareceu pouco no Ciclo, além de ter tido muita pressão e muita ajuda das minhas betas (esse livro não existiria se elas não tivessem me infernizado para ter uma continuação do Ciclo). Sentinela foi uma brincadeira, uma experiência que acabou dando um resultado muito melhor do que eu esperava, e uma volta em um mundo que sempre amei trabalhar. Vigilante porque foi uma delícia conseguir tirar as reações que ele tirou do pessoal que leu (pelo menos quem veio falar comigo). Protetora, mesmo motivo acima... Poderia continuar a fazer a lista com os projetos em andamento, mas já deu pra entender, né? rsrsrs


Blog: O quanto de você há em seus personagens?

Autora: Todos os meus personagens tem alguma coisa de mim, e NENHUM deles sou eu (sim, ainda resmungo quando alguém vem falar que Kelene é meu alter ego. Não, só não). Eu comecei a escrever como uma terapia, então acostumei a jogar coisas da minha vida nas histórias, desde os meus problemas até alguns gostos pessoas e brincadeiras com amigos. Mas são detalhes que vão parar esparramados entre vários personagens.

Blog: O que podemos esperar pra esse ano?

Autora: No primeiro semestre, Protetora (Crônicas de Táiran, livro 3) e Névoa (conto no mesmo mundo de Tempestade). No segundo semestre, Nilue (revisado e com extras) e Guardiã (Crônicas de Táiran, livro 4), todos eles em ebook. Vigilante vai estar disponível físico agora na Bienal do Livro MG, e vamos ver se vou conseguir soltar mais algum físico esse ano (Nilue seria o ideal, mas não sei se as ilustrações vão ficar prontas). Se eu não ficar doida no meio disso tudo, é provável que saia o conto 2.5 da série Santuário da Morte.

Blog: Quais os seus novos projetos?

Autora: No momento o projeto que estou comentando mais a respeito é o dos dragões. Vai ser uma série de fantasia urbana, e eu estou me divertindo muito com o pouco que estou conseguindo mexer nela. Além dessa, tem os outros dois arcos de Crônicas de Táiran que estão martelando na minha cabeça, um de antes de Sentinela, e o outro de bem depois de Guardiã. Estou vendo qual vai estar mais escrito na minha cabeça até eu terminar mesmo a série já em andamento para decidir qual vou escrever primeiro. E sempre tem mais uns tantos projetos cozinhando aqui, mas prefiro nem comentar antes de ter uma noção melhor do que as coisas vão virar.

Blog: Se tivesse que montar uma trilha sonora pra suas obras, quais músicas não poderiam ficar de fora?

Autora: Bom, eu quase sempre escrevo ouvindo música hahaha Tenho a playlist de escrita de todos os livros no meu canal do youtube ( youtube.com/thaischristabel ). Não consigo falar músicas que não poderiam ficar de fora em geral porque a trilha sonora muda muito de série para série, mas posso mencionar algumas bandas: Omnia, Faun, Within Temptation e Kamelot.

Blog: O que você tem a dizer pra aqueles que assim como você sonham em um dia publicar suas obras.

Autora: Primeira coisa, escreva. Escreva sempre, escreva mesmo que ache que o que está fazendo é uma porcaria. Aí depois volte, leia o que escreveu e reescreva tudo de novo. Não tenha medo de arriscar, de misturar, de sair do comum. Estude sempre, pesquise sempre, e insista. Como qualquer uma das artes, a escrita é algo que só se aprimora mesmo com a prática. Não adianta ler dez mil livros de técnicas se você não sentar e praticar, então escreva e não desista. E essa parte final é mais importante ainda. O meio literário não é um mar de rosas, então NÃO DESISTA. Se é isso que você quer de verdade, insista e se arrisque, e a gente se encontra no meio da loucura hahahaha

23 comentários

  1. Adorei, confesso que adoro ver entrevista de autores pois sempre conhecemos mais sobre eles, e isto e uma delicia, e eu me identifiquei muito com ela, somo doidas. kkkk
    Parabéns pelo trabalho.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, também gosto de entrevistas pela mesma razão haha

      Excluir
  2. Morta de dar risada com as respostas da Thais!
    #Somostodasdoida
    Eu conheço a Thais do face, ainda não li nada dela, mas olha, depois dessa entrevista super divertida, já coloquei como ordem expressa, conhecer os livros da Thais Lopes!

    http://blogliteraturanacional.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, conheça mesmo os livros delas, são ótimos, já sou fã dela haha

      Excluir
  3. Oi..
    Eu conheço a autora do face, mas ainda não li sua obra..
    Adorei a sua definição, kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros da Thais são ótimos, se tiver a chance de lê-los, leia haha

      Excluir
  4. Oie, tudo bem?

    Delícia "chegar perto" dos autores, poder conhecer um pouco mais do que transforma a pessoa que pega ônibus com a gente em um autor. Fantástica.

    E acho que deveríamos fazer uma camiseta com "Primeira coisa, escreva. Escreva sempre, escreva mesmo que ache que o que está fazendo é uma porcaria"

    Bel Góes

    ResponderExcluir
  5. Oi, adorei a entrevista e eu li um livro da Thais e já amei a escrita dela, e por isso, amei conhecê-la um pouco melhor, e tomará que ela nunca pare de escrever, pois ela escreve muito bem, além de ser fofa como pessoa.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TAMBÉM ADORO A ESCRITA DA THAIS, ATÉ ACHO QUE ELA DEVERIA ESCREVER MAIS RÁPIDO KKKK

      Excluir
  6. Olá!
    Gosto tanto de posts assim, dá uma certa intimidade com o autor e o leitor! Não conhecia ela ainda, gostei de ler a entrevista =D
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, também gosto de entrevista pela mesma razão, nos permite nos aproximar um pouquinho dos nossos autores preferidos

      Excluir
  7. Olá!

    Adorei a entrevista! É gostoso demais conhecer um pouco mais de nossos talentos!
    Não conhecia, mas achei a Thais o máximo!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além de ser uma pessoa muito gente boa é uma escritora talentosa

      Excluir
  8. Acredito que tenha sido apresentada a autora por vc mesmo, aqui no seu blog, gostei de me aprofundar mais com essa entrevista. Sucesso a ela e a vc também, pelo lindo trabalho.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigada, já resenhei as obras dela no blog, você deve ter lido alguma, ela é nossa parceira

      Excluir
  9. Olá,
    Conheço essa loka das antigas, e já digo que não é flor que se cheire! #prontofalei Mas, é daquelas que a gente não consegue deixar de amar? Amei conhecer mais um pouquinho sobre a Thais e seus universos fantásticos.
    bJS

    www.isaaczedecc.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como você disse, a gente não consegue deixar de amar kkkkkkk

      Excluir
  10. Olá, tudo bem.

    Não conhecia a autora, mas já amei de cara Adorei o cabelo azul e as tattoos, LINDA. E quanto a entrevista, dá para ver como ela é alto astral, e sim, vou procurar seus livros, pois quero conhecer sua escrita, pois da autora já gostei. Haha.

    beijos
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Azul, roxo... não sei. Depois do dilema do vestido azul/dourado. Minha vista não é confiável. haha

      Excluir
    2. Oi, acho que o cabelo dela é roxo

      Excluir
  11. Oie
    muito legal a entrevista, fiquei curiosa para ler algo da autora pois acho que ainda não a conhecia, muito bom

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar a sua opinião!